Dicas de Segurança para Atividades de Caminhada em Áreas Remotas

O Brasil possui uma grande diversidade natural que contribui significativamente para o turismo de aventura. Seja em atividades de caminhada, trekking ou campismo, essas atividades aproximam as pessoas e promove aptidão física e encoraja a todos a desfrutar da natureza.

No entanto, vem com exigências físicas e todos os caminhantes precisam estar cientes e preparados para os perigos que podem encontrar e as Dicas de Segurança listadas aqui poderão te ajudar.

Este artigo foi feito no intuito de mostrar Dicas de Segurança através de ações básicas a serem tomadas antes e durante as atividades em campo, seja uma simples caminhada de um dia ou uma grande travessia que envolve dois ou mais dias.

Os dois lobos que nos habitam: Há uma luta em curso dentro da mente e do coração de todo o ser humano que hoje está vivo (dizia o velho índio ao seu neto) é como se houvesse dois lobos dentro de mim; um é branco outro é negro. O branco é bom, generoso e não faz mal. Vive em harmonia com tudo o que o rodeia e não se ofende quando não há intenção de ofender. O lobo bom, estabilizado e forte na compreensão de quem é e do que é capaz, só luta quando é acertado fazê-lo e quando tem de o fazer para se proteger a si e à sua família e, mesmo assim, fá-lo de maneira correta. Cuida de todos os outros lobos da sua alcateia e nunca se desvia da sua natureza.

O salvamento em ambientes naturais é caro e complexo, podendo levar dias e causar grandes danos ao ambiente. Portanto, em primeiro lugar, não se arrisque sem necessidade. 

O resgate em áreas naturais tem enormes implicações negativas para o bem-estar da vítima, da equipe de resgate e do ambiente, envolvendo uma complicada organização de equipamentos, equipes especializadas, veículos e comunicação. Como a segurança do visitante é a prioridade nesses casos, o impacto na natureza é significativo.

É sempre bom lembrar que no Brasil existem poucos locais com equipes de resgate organizadas, bem treinadas e bem equipadas, dificultando ainda mais e aumentando o risco do resgate de visitantes perdidos ou acidentados.

Programa Pega Leve

Para quem não conhece o Pega Leve é um programa voltado à convivência responsável com o ambiente natural dedicado a construir a conscientização, apreciação e, além de tudo, o respeito por nossas áreas naturais.

Estamos em uma época onde o ecoturismo e esportes em ambientes naturais tem se destacado em proporções gigantescas, com isso, tem se visto a cada dia mais a falta de educação e consciência daqueles que se dizem “montanhistas” ou “guias de montanha”,  a cada feriado que passa, mais e mais pessoas vão para as montanhas e mato em busca de novas experiências de vida, mas sem se preocuparem com o ambiente que estão utilizando e levando a cidade até o mato.

Mochilas de ataque, são mochilas de até 40 litros utilizadas em caminhadas com duração de um a dois dias, geralmente o termo “mochila de ataque” é utilizado quando se pretende conquistar um cume ou simplesmente fazer uma caminhada a alguma cachoeira ou qualquer tipo de ponto turístico.

A diferença de uma mochila do dia a dia e uma mochila de ataque é que as mochilas de ataque são confeccionadas para atividades outdoor, com design elaborado para proporcionar maior conforto durante a caminhada, bolsos especiais para se armazenar refil de hidratação, barrigueira, bolsos de barrigueira, capa de chuva, costura reforçada, pontos de fixação de equipamentos, fitas de compressão dentre vários outros recursos.