Expedição Bolivia: Huayna Potosi (6088m), Acotango (6052m) e Parinacota (6342m)
PRÓXIMA SAÍDA
14 a 25 de Setembro de 2020
Expedição Bolivia: Acotango - 6052m
Expedição Bolivia: Acotango - 6052m
Expedição Bolivia: Huayna Potosi 6088m
Expedição Bolivia: Huayna Potosi 6088m
Expedição Bolivia: Parinacota 6342m
Expedição Bolivia: Parinacota 6342m

O objetivo da expedição é a escalada de 3 montanhas acima de 6 mil metros, o Huayna Potosí (6088 m), o Acotango (6052 m) e o Parinacota (6342 m), tendo seu roteiro sido especialmente elaborado para os montanhistas que desejam ganhar experiência em altitude antes de partirem para objetivos maiores, como o Aconcagua.

  • Expedição com guias de montanha certificados EPGAMT / AAGM
  • Número máximo de participantes: 6
  • Relação guia – cliente: máximo de 2 clientes por guia (Huayna Potosí), 3 clientes por guia (Acotango e Parinacota)

O Huayna Potosí, com o seu perfil piramidal e imponente, é uma das mais belas montanhas da Cordillera Real, na Bolívia, estando localizado a 25 km ao norte de La Paz. Devido à proximidade da capital boliviana e à pouca complexidade logística envolvida em sua ascensão, é bastante frequentado, sendo talvez um dos “seis mil” andinos mais escalados.

O Acotango (6052 m) e o Parinacota (6342 m) encontram-se na Cordilheira Ocidental, na fronteira entre a Bolívia e o Chile, na região do Parque Nacional Sajama. O Parinacota é um dos mais bonitos vulcões da Cordilheira dos Andes, com seu perfeito formato cônico. É conhecido, junto com sua “montanha irmã” Pomerape (6282 m), como os Payachatas (gêmeos na língua aimará). Já o Acotango, provavelmente, é uma das montanhas acima de 6 mil metros mais fáceis dos Andes, podendo sua ascensão ser realizada em apenas um dia a partir da vila de Sajama, a base para a subida dessas duas montanhas.

O Huayna Potosí será escalado por sua rota normal, na face leste, que tem uma graduação de PD+/AD- (pouco difícil / algo difícil) e cujas principais dificuldades estão na travessia do glaciar com suas gretas e na progressão pela aresta que dá acesso ao cume, onde a inclinação pode chegar aos 50o com possíveis trechos de escalada em gelo. As rotas do Acotango e do Parinacota, por sua vez, são graduadas em F (fácil) e não possuem complexidades técnicas, representando, somente, um grande desafio do ponto de vista físico devido à sua altitude.

PROGRAMAÇÃO
Roteiro – Expedição Bolivia: Huayna Potosi, Acotango e Parinacota

Encontro no hotel reservado para a expedição, onde os guias apresentarão os detalhes do roteiro e farão uma revisão dos equipamentos e roupas dos participantes, ajudando-os na organização de seus itens pessoais. Restante do dia livre para compra e/ou aluguel de equipamentos e roupas e preparação das mochilas para a expedição. Pernoite em hotel.

La Paz vista do teleférico, ao fundo o Nevado Illimani
La Paz vista do teleférico, ao fundo o Nevado Illimani

Saída de La Paz às 09:00 em transporte privado (veículo 4×4 ou van) com destino ao vilarejo de Sajama (4350 m), a 290 km da capital boliviana. Pernoite em hotel.

Nevado Sajama, visto da estrada que nos levará à vila de Sajama, ponto base para a ascensão às montanhas Acotango e Parinacota
Nevado Sajama, visto da estrada que nos levará à vila de Sajama, ponto base para a ascensão às montanhas Acotango e Parinacota

Dia de descanso e preparação de equipamentos e suprimentos para a escalada do Acotango. Pernoite em hotel.

Vila de Sajama
Vila de Sajama

Sairemos às 05:30 da madrugada da vila de Sajama em veículo 4×4 com destino ao povoado de Chachacomani, desde onde subiremos por uma estrada até o início da rota ao Acotango, a 5250 m de altitude. Iniciaremos a ascensão às 07:00, tendo o percurso até o cume uma duração estimada entre 5 e 6 horas. Regressaremos ao início da rota por volta das 16:00, onde nosso veículo 4×4 estará nos aguardando para o retorno à vila de Sajama. Pernoite em hotel.

Cume do Acotango com clientes da Vara Mato
Cume do Acotango com clientes da Vara Mato

Dia de descanso. Pernoite em hotel.

Ponte na vila de Sajama com visual do Acotango ao fundo
Ponte na vila de Sajama com visual do Acotango ao fundo

Dia de descanso e preparação de equipamentos e suprimentos para a escalada do Parinacota. Pernoite em hotel.

Na Vila de Sajama podemos apreciar as Alpacas e Lhamas espalhadas por toda a cercania, uma caminhada ao redor da vila pode render belas fotos.
Na Vila de Sajama podemos apreciar as Alpacas e Lhamas espalhadas por toda a cercania, uma caminhada ao redor da vila pode render belas fotos.

Sairemos às 02:00 da madrugada da vila de Sajama em veículo 4×4 até o início da rota do Parinacota. Iniciaremos a ascensão às 03:30, tendo a escalada uma duração estimada entre 7 e 9 horas. O retorno à base está previsto para o período entre 14:00 e 16:00, desde onde retornaremos até a vila de Sajama em veículo 4×4. Pernoite em hotel.

Parinacota (6342m), um dos mais bonitos vulcões da Cordilheira dos Andes, com seu perfeito formato cônico.
Parinacota (6342m), um dos mais bonitos vulcões da Cordilheira dos Andes, com seu perfeito formato cônico.

Saída de Sajama às 09:00 em transporte privado (veículo 4×4 ou van) para regresso a La paz. Pernoite em hotel.

La Paz, Igreja de São Francisco fica próxima ao hotel onde ficaremos hospedados além dos principais atrativos turísticos da capital boliviana
La Paz, Igreja de São Francisco fica próxima ao hotel onde ficaremos hospedados além dos principais atrativos turísticos da capital boliviana

Dia de descanso e preparação de equipamentos e suprimentos para a escalada do Huayna Potosí. Pernoite em hotel.

La Paz possui um complexo sistema de telefericos que liga diversos pontos da cidade, uma volta na cidade durante a manhã pode ser uma boa pedida.
La Paz possui um complexo sistema de telefericos que liga diversos pontos da cidade, uma volta na cidade durante a manhã pode ser uma boa pedida.

Saída de La Paz às 09:00 em transporte privado (veículo 4×4 ou van) com destino ao Paso Zongo, situado a 4700 m. Caminhada até o Refugio Rocas, a 5150 m, onde faremos os preparativos finais para ataque ao cume do Huayna Potosí e pernoitaremos.

À cmainho do Huayna Potosi há na beira da estrada um cemitério em homenagem aos mineiros mortos em conflitos durante a ditadura boliviana.
À cmainho do Huayna Potosi há na beira da estrada um cemitério em homenagem aos mineiros mortos em conflitos durante a ditadura boliviana.

Para o ataque ao cume sairemos às 01:00 da madrugada do Refugio Rocas, tendo a escalada uma duração estimada entre 6 e 8 horas. O retorno ao refúgio está previsto para o período entre 11:00 e 13:00. Desceremos em seguida até o Paso Zongo, retornando no mesmo dia até La Paz em transporte privado (veículo 4×4 ou van), chegando na capital boliviana por volta das 16:00. Pernoite em hotel.

Dia de conquistar o cume do Huayna Potosi com seus 6088m!
Dia de conquistar o cume do Huayna Potosi com seus 6088m!

Embarque para regresso ao Brasil.

Expedição Bolivia finalizada, é hora de agradecer e voltar para casa!
Expedição Bolivia finalizada, é hora de agradecer e voltar para casa!

IMPORTANTE: Para participar da expedição é preciso estar devidamente aclimatado à altitude, sendo obrigatório ter passado, pelo menos, 3 noites em La Paz ou outra localidade de altitude igual ou superior e ter subido a uma altitude superior a 5000 m, antes de se juntar ao grupo da expedição.

Lançamos um roteiro em conjunto com a expedição Bolivia, neste roteiro o participante fará a aclimatação ideal para a expedição descrita nesta página, saiba mas sobre o roteiro clicando aqui.

DISTÂNCIAS E TEMPOS

Transporte Motorizado Potosi, Acotango, Parinacota

Acotango

Parinacota

Huayna Potosi

SERVIÇOS INCLUÍDOS - Expedição Bolivia: Huayna Potosi, Acotango e Parinacota

4 diárias em La Paz.

5 diárias em Sajama.

Transporte privado de La Paz ao Paso Zongo, ida e volta.

1 noite no Refugio Rocas.

Transporte privado de La Paz a Sajama, ida e volta.

Transporte privado de Sajama ao Acotango, ida e volta.

Transporte privado de Sajama ao Parinacota, ida e volta.

Alimentação na montanha.

Guia representando a Vara Mato em todos os momentos da expedição (Luiz Gadetto)

Guia de montanha brasileiro certificado EPGAMT, associado AAGM/AAGPM: Marcelo Delvaux

Assistente de guia certificado EPGAMT/AAGM (para grupos de 4 a 6 pessoas).

Barraca de alta montanha para cada duas pessoas

Equipamentos médicos: oxímetro e kit de primeiros socorros

Telefone via satélite (chamadas não incluídas)

Apoio em La Paz para aluguel de equipamentos.

Consultoria para planejamento pessoal e apoio para aquisição de equipamentos e organização da logística individual

10% em descontos nas compras realizadas na loja DECATHLON-BH

O pacote não inclui:

  • Passagem aérea.
  • Seguro de viagem internacional (obrigatório).
  • Alimentação e bebidas em La Paz e Sajama.
  • Chamadas de telefone via satélite (os créditos deverão ser adquiridos antecipadamente, antes do início da expedição).
  • Equipamentos pessoais.
  • Bebidas no Refúgio Rocas.
  • Gorjetas, gratificações e demais despesas pessoais.
  • Custos decorrentes de resgates ou desistência da expedição.
  • Outros serviços não explicitamente relacionados no programa.

Condições gerais sobre os serviços oferecidos na Expedição Bolivia Huayna Potosi (6088m), Acotango (6052m) e Parinacota (6342m)

  • Para participar da expedição é preciso estar devidamente aclimatado à altitude, sendo obrigatório ter passado, pelo menos, 3 noites em La Paz ou outra localidade de altitude igual ou superior e ter subido a uma altitude superior a 5000 m, antes de se juntar ao grupo da expedição.
  • A hospedagem em La Paz será em estabelecimento do tipo hotel ou hostal, conforme a disponibilidade, em quartos duplos com banheiro privativo e café da manhã incluído.
  • A hospedagem em Sajama será em estabelecimento do tipo hotel, hostal ou pousada, conforme a disponibilidade, em quartos duplos ou coletivos, com banheiro privativo ou coletivo e café da manhã incluído.
  • A acomodação nos acampamentos será realizada na base de 2 pessoas por barraca.
  • O transporte de La Paz ao Paso Zongo será realizado em veículo do tipo van ou menor, conforme o tamanho do grupo.
  • O transporte de La Paz a Sajama será realizado em veículo do tipo van ou menor, conforme o tamanho do grupo.
  • O transporte de Sajama ao Acotango e ao Parinacota será realizado em veículos 4×4.
  • Cada cliente será o responsável pelo transporte de seus equipamentos pessoais, roupas e comida individual para o Refúgio Rocas e para o acampamento base do Parinacota. Caso opte por não transportar tais itens, deverá contratar o serviço de um porteador (carregador), conforme a disponibilidade do mesmo, sendo os custos de tal serviço de responsabilidade do cliente.
  • Caso o cliente necessite alugar equipamentos ou roupas, deverá agendar a passagem de retorno ao Brasil deixando um período disponível para a devolução dos itens alugados, em conformidade com o cronograma da expedição.
  • Caso o cliente chegue a La Paz após a data prevista para o início da expedição, não haverá devolução de valores correspondentes a diárias de hotel não utilizadas.
  • O cronograma, o itinerário e/ou o escopo da expedição podem ser alterados pelos guias da expedição devido a condições climáticas desfavoráveis ou quaisquer fatores que, na avaliação dos guias, possam vir a afetar a segurança do grupo. Não haverá devolução de serviços não realizados devido a qualquer tipo de mudança no cronograma, itinerário e/ou escopo da expedição, incluindo diárias de hotel, transportes, honorários de guias, alimentação e quaisquer outros serviços que façam parte do programa.
  • Caso o cliente não participe de todas as etapas da expedição, seja por desistência, problemas de saúde ou qualquer outro motivo que o impeça de continuar a participar da expedição, não haverá devolução de serviços não utilizados, incluindo diárias de hotel, transportes, honorários de guias, alimentação e quaisquer outros serviços que façam parte do programa.
  • Em caso de desistência da expedição, por vontade própria, problemas de saúde ou qualquer outro motivo, o cliente será o responsável pelos custos extras decorrentes da desistência.
  • Em caso de desistência da expedição, por vontade própria, problemas de saúde ou qualquer outro motivo, o cliente será o responsável por eventuais diferenças de tarifa nas diárias de hotel previstas no programa, em decorrência de mudanças na data de hospedagem ou no tipo de alojamento contratado.
  • Os guias e organizadores da expedição não se responsabilizam por objetos perdidos, esquecidos ou extraviados pelos clientes durante a realização do roteiro.
  • Os guias e organizadores da expedição não se responsabilizam por eventuais danos provocados no transporte de bagagens e itens pessoais nos meios de transporte utilizados na expedição.
  • Caso o cliente tenha adquirido minutos para o uso do telefone satelital, não haverá devolução de valores correspondentes aos minutos não utilizados após o término da expedição.
INVESTIMENTO E FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os itens acima contemplam o pacote no valor de:

$1.850 dólares por pessoa

Parcelamento sem juros até a data da expedição.

Pagamento através de cartões de débito, cartões de crédito ou boleto bancário

(aéreo não incluso)

""
1
INSCRIÇÃO
GOSTARIA DE DEIXAR ALGUMA MENSAGEM?
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
CANCELAMENTOS

Em caso de cancelamento por iniciativa do passageiro, de acordo com a deliberação normativa nº 161 de 09 de agosto de 1985 da EMBRATUR, a Vara Mato fará devolução conforme condições abaixo:

  • Cancelamento até 30 dias do início da viagem: 90% do valor total (será retido o valor de R$500,00 referente a taxa administrativa de reserva da vaga)
  • Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: 80% do valor total (será retido o valor de R$500,00 referente a taxa administrativa de reserva da vaga)
  • Cancelamento entre 20 e 7 dias do início da viagem: 50% do valor total (será retido o valor de R$500,00 referente a taxa administrativa de reserva da vaga)
  • Cancelamento a menos de 7 dias do início da viagem: Sem devolução (será retido o valor de R$500,00 referente a taxa administrativa de reserva da vaga)

A programação do roteiro pode sofrer alterações devido a fatores climáticos, de acesso ou outros que a organização julgue poder interferir na segurança ou bem-estar do grupo.